Seguidores

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Gramática Essencial da Língua Portuguesa: 10. Orações subordinadas substantivas



Vem, normalmente iniciadas pela conjunção que chamada conjunção integrante e, às vezes, pela conjunção se, também integrante.

a) Oração subordinada substantiva objetiva direta

Esta oração funciona como objeto direto de um verbo transitivo direto que estará na oração principal.

a.1) Período simples

sujeito + verbo transitivo direto+ objeto direto

O rapaz          conseguiu                   os aplausos.
sujeito                     verbo transitivo direto          objeto direto

a.2) Período composto

sujeito + verbo transitivo direto+ oração subordinada substantiva objetiva direta

O rapaz          conseguiu                   que os aplaudissem.
sujeito                     verbo transitivo direto          oração subordinada substantiva objetiva direta

b) Oração subordinada substantiva objetiva indireta

Da mesma forma que o objeto indireto, essas orações vem precedidas de preposição.
Há casos porém, em que a preposição é omitida.

b.1) Período simples

sujeito + verbo transitivo indireto+ objeto indireto

Nós      precisamos                de sua ajuda.
sujeito     verbo transitivo indireto       objeto indireto

b.2) Período composto

sujeito + verbo transitivo direto+ oração subordinada substantiva objetiva indireta

Nós      precisamos                de que você nos ajude.
sujeito     verbo transitivo indireto       oração subordinada substantiva objetiva indireta

c) Oração subordinada substantiva predicativa

Predicativo funciona como predicativo da oração principal.

c.1) Período simples

sujeito + verbo de ligação+ predicativo

O importante              é                     sua vitória.
sujeito                                    verbo de ligação     predicativo

c.2) Período composto

sujeito + verbo de ligação+ oração subordinada substantiva predicativa

O importante              é                     que você vença.
sujeito                                    verbo de ligação     oração subordinada substantiva predicativa

d) Oração subordinada substantiva subjetiva

Isso significa que na oração principal não haverá sujeito, já que a oração inteira funcionará como sujeito da oração principal.

Primeiro exemplo

Período simples

verbo de ligação + predicativo + sujeito

É                     necessário      o seu voto.
verbo de ligação     predicativo             sujeito

Período composto

verbo de ligação + predicativo + oração subordinada substantiva subjetiva

É                     necessário      que você vote.
verbo de ligação     predicativo             oração subordinada substantiva subjetiva

Segundo exemplo

Período simples

verbo unipessoal + sujeito

Não     convém           a sua tristeza.
verbo unipessoal    sujeito

Período composto

verbo unipessoal + oração subordinada substantiva subjetiva

Não     convém           que você fique triste.
verbo unipessoal    oração subordinada substantiva subjetiva

Atenção

Os principais verbos impessoais são: convir, constar, parecer, importar, acontecer, suceder.

Terceiro exemplo

Período simples

verbo na voz passiva + sujeito

Ficou combinado      o meu regresso.
verbo na voz passiva             sujeito

Período composto

verbo na voz passiva + oração subordinada substantiva subjetiva

Ficou combinado      que eu regressaria.
verbo na voz passiva             oração subordinada substantiva subjetiva


e) Oração subordinada substantiva completiva nominal

Isso quer dizer que a oração inteira funcionará como complemento nominal de um nome incompleto que estará presente na oração principal.

e.1) Período simples

Sujeito + verbo + nome incompleto + complemento nominal

Ela      teve     necessidade                de ajuda.
Sujeito    verbo      nome incompleto                  complemento nominal

e.2) Período composto

Sujeito + verbo + nome incompleto + oração subordinada substantiva completiva nominal

Ela      teve     necessidade                de que a ajudassem.
Sujeito    verbo      nome incompleto                  oração subordinada substantiva completiva nominal

f) Oração subordinada substantiva apositiva (aposto)

Exerce função de aposto de algum termo da oração principal.
As orações apositivas vem geralmente após os dois pontos.
Podem vir, também entre vírgulas, intercaladas à oração principal.

f.1) Período simples

Ele quer uma coisa: sua renúncia.
nome                                      aposto

f.2) Período composto

Ele quer uma coisa: que você renuncie.
nome                                      oração subordinada substantiva apositiva

g) Oração subordinada substantiva adjetiva

Esta orações exercem a função de adjunto adnominal de algum termo da oração principal.

g.1) Período simples

As       árvores           frutíferas são raras lá.
substantivo             adjetivo

Frutíferas é:

adjetivo: quilifica o substantivo.
adjunto adnominal: detalhador do nome.

g.2) Período composto

As       árvores           que dão frutos são raras lá.
substantivo             oração subordinada substantiva adjetiva

Que dão:
É oração subordinada, por que funciona como termo (adj.adnominal) da outra oração, que é a principal.

Frutos:
É adjetiva, por que funciona como se fosse um adjetivo, dando uma característica ao substantivo árvore.

Atenção

A oração adjetiva sempre se refere a um nome da oração principal e sempre começa por um pronome relativo (que, quem, o qual, cujo, onde, quanto).

h) Oração subordinada substantiva adjetiva restritiva e explicativa:

Restritivas

Quando restringem ou especificam o sentido da palavra a que se referem, à qual se ligam sem marcação de pausa.
Na escrita não ficam isolados por vírgulas.

O soldado       que vi na rua está naquele bar.
oração subordinada substantiva adjetiva restritiva
Explicativas

Acrescentam ao nome uma qualidade acessória, esclarecem melhor sua significação, dão uma informação adicional de um ser que já se acha suficientemente definido.
Na escrita, as adjetivas explicativas são isoladas por vírgula.

Deus,   que é nosso pai, nos salvará.
oração subordinada substantiva adjetiva explicativa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Novidades Aulas de Português

Estudos de Filosofia

Estudando a Língua Inglêsa

Folha de S.Paulo - Colunas - Pasquale Cipro Neto

Filosofia.myht.org - Últimas Postagens